01/12/2021

Muitos animaizinhos estão em situação de abandono nas ruas da cidade. A Prefeitura de Ituiutaba, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Causa Animal, em ação paralela à castração que está em andamento via CastraPet Móvel, iniciou a campanha Adote Um Pet por Amor, numa parceria entre o Poder Executivo, a SPAI Vida e protetores independentes dos animais.

E os futuros tutores dos pets adotados por meio da campanha terão a garantia da castração, com o intuito de entregar aos participantes uma adoção consciente. Os animais adultos serão entregues já castrados e os tutores dos filhotes serão cadastrados pela equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Causa Animal, sendo agendados para a realização do procedimento no animal adotado a partir dos seis meses de vida.

Apesar de ter sido lançada oficialmente nesta quarta-feira, 1°, a Adote um Pet por Amor já iniciou suas atividades com a primeira adoção concretizada. Na tarde da última terça, 30, a dona Ilda, residente no Bairro Alvorada, adotou uma linda gatinha e terá a castração gratuita de seu pet garantida. A pequena foi batizada pela dona Ilda como “Chiquinha”.

Mais informações e adoções pelo telefone (34) 3271-8293. Adote um Pet por Amor! Confira nas imagens diversos gatinhos lindos que já estão disponíveis para adoções responsáveis.

Abandono de animais é crime

O abandono de animais é uma triste realidade e que coloca a vida do animal em situação de risco. Ao presenciar esse fato você deve denunciar registrando através de filmagem, foto ou anotando a placa de veículos e informar rapidamente a polícia. Ligue (34) 3271-7990, 190 ou no Disque Denúncia Unificado - DDU 181.

Animais não são descartáveis e abandoná-los é crime segundo a nova Lei Federal nº 14.064/20, que altera a Lei nº 9.605/1998, que aumentou a pena de detenção para até cinco anos para crimes de maus-tratos contra cães e gatos.

O abandono causa extremo sofrimento ao animal, que tem dificuldades para encontrar alimento e abrigo em ambientes desconhecidos, ficando desprotegidos da chuva, do frio, da exposição ao tempo e sujeitos a brigas, atropelamentos e maus-tratos.

 

Fonte: Ascom

Voltar
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e otimizar conteúdos de seu interesse. Ao continuar utilizando nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça a nossa Cartilha LGPD e a Política de Privacidade para saber mais sobre a forma de tratamento das suas informações.