06/07/2022

Equipes do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Ituiutaba realizaram, entre os dias 27 de junho e 1º de julho de 2022, o Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti - LIRAa em 69 bairros do município, com o levantamento de informações a partir de visitas em 1.816 imóveis e focos encontrados em 32 dos bairros analisados. O resultado foi de 3,0% e mantém o alerta para que a população tijucana reforce as medidas que combatem a proliferação do mosquito, pois a situação é considerada de alto risco.

Os focos foram localizados em recipientes como vasos de plantas, bebedouro de animais, baldes e tambores.

Os dez bairros com maior Índice de Infestação Predial de acordo com o estudo divulgado são: Guimarães (12,50%); Esperança (10,00%); Paranaíba (9,09%); Gica Vilela Cancela (8,33%); Pirapitinga (8,10%); Jardim do Rosário (7,50%); Hélio (7,14%); Setor Norte (7,04%); Maria Vilela (6,97%) e Nova Ituiutaba (6,66%).

Vale ressaltar que a situação continua de extrema preocupação nesse e em pelo menos outros 22 bairros do município que apresentaram índices alarmantes, sendo necessária a conscientização dos moradores e dos proprietários de imóveis de todas as regiões na prestação de apoio para a eliminação de locais que acumulam água e são utilizados pelo Aedes, mosquito transmissor das doenças.

A secretária de Saúde, Sandra Barbosa, afirmou que independentemente do resultado, a ideia é que a população siga participando e adotando medidas de prevenção. “Nossas ações estão planejadas para mais esse enfrentamento e o apoio de todos, com medidas simples no dia a dia em casa, fazem muita diferença no combate à dengue e demais doenças”, ressaltou.  

A coordenadora do Centro de Controle de Zoonozes, Laryssa Macedo, informou que medidas serão adotadas a partir da finalização do estudo “Iniciaremos já na próxima semana um mutirão de limpeza, com o apoio do tiro de guerra, que passará pelos bairros que apresentaram os maiores índices de infestação. Além disso, vamos fazer visitas domiciliares com nossa equipe de educação em saúde, passando pelos imóveis pesquisados e que apresentaram focos do mosquito”, disse.

Algumas atitudes simples ajudam no combate ao mosquito da dengue. São elas:

- Não deixar água acumulada na laje;

- Manter os lixos fechados;

- Utilizar areia nos vasos de plantas;

- Deixar garrafas e outros recipientes de cabeça para baixo;

- Deixar as lonas esticadas;

- Retirar a água dos pneus. 

O uso constante de repelentes, larvicidas, inseticidas também são importantes para deixar as famílias mais protegidas contra os mosquitos transmissores de doenças. No entanto, esses cuidados precisam ser de todos: ter a consciência de que é necessária uma ação coletiva é garantir uma segurança eficaz.

 

 

Fonte: ASCOM

Voltar
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços e otimizar conteúdos de seu interesse. Ao continuar utilizando nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça a nossa Cartilha LGPD e a Política de Privacidade para saber mais sobre a forma de tratamento das suas informações.