30/08/2018

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMTTM) iniciou esta semana um trabalho de modernização no sistema de funcionamento de todos os semáforos instalados em Ituiutaba. A substituição de equipamento por uma nova tecnologia terá início na próxima segunda-feira, começando pelos equipamentos instalados na Avenida 7 entre as Ruas 20 e 26, onde já foram recuperadas as sinalizações horizontal e vertical. Posteriormente, o mesmo trabalho será realizado na Avenida 17.

Segundo a SMTTM, todos os semáforos instalados neste trecho, estarão desativados na próxima semana, para que possa ser feita a substituição dos equipamentos. Este procedimento permitirá o funcionamento dos semáforos de forma sincronizada, com base em uma velocidade média de 40 quilômetros por hora, de um ponto a outro. 

“Enquanto este trabalho estiver sendo realizado, recomendamos que os condutores de veículos, motocicletas e caminhões dirijam com cuidado redobrado, uma vez que os semáforos estarão desligados. Contudo, depois de concluída a sincronização, o tráfego vai fluir melhor, uma vez que, obedecida a velocidade média (40 km/h) o motorista conseguirá trafegar por uma via com todos os sinais abertos”, adiantou o secretário municipal de Trânsito, Gilson Lucas Lima.

De acordo com o projeto da SMTTM, a modernização do sistema de funcionamento dos semáforos em Ituiutaba, terá investimento na ordem R$ 176 mil. O processo de licitação para aquisição dos equipamentos foi lançado ainda em 2017. “Toda esta demora se deu, pois fizemos uma análise e acompanhamento de forma bastante criteriosa em todo este processo de aquisição desta nova tecnologia”, declarou a diretora da Secretaria de Trânsito, Maria 

Donizetti Vieira Carvalho Aguiar.

A diretora adiantou também que a SMTTM tem feito melhorias em outras áreas, atendendo uma grande demanda que inclui, principalmente, as sinalizações verticais e horizontais por toda a cidade. “Temos uma limitação para a realização deste trabalho, pois o equipamento que dispomos já não atende às nossas necessidades. Estamos providenciando a aquisição de um novo equipamento, mas o processo licitatório é sempre demorado. Mesmo assim, o trabalho não para e aos poucos vamos atendendo as solicitações da população”, concluiu Maria Donizete.

 

Fonte: Ascom

Voltar