06/06/2018

Encerrada a greve dos caminhoneiros e firmado o acordo que assegura a redução de R$ 0,46 no preço do litro de óleo diesel, os consumidores de Ituiutaba ainda aguardam que esta negociação saia do papel e se torne uma realidade nas bombas de combustíveis. Mas, segundo a diretora do Procon, Juliana Ribeiro Viegas Queiroz, esta situação só deverá resolver em definitivo a partir do dia 15 de junho.

“Conforme anúncio divulgado pelo Governo Federal, os postos de combustíveis que ainda tinham estoques adquiridos anteriormente à data de 1º de junho, poderão comercializar o produto com o preço antigo. Já estamos solicitando a todos os postos que adquiriram diesel após esta data, que nos apresente notas fiscais que comprovem o repasse de desconto pelas distribuidoras, bem como, o comprovante de que o posto esteja repassando esse desconto aos consumidores”, disse Juliana.

Inicialmente, a redução do valor do óleo diesel deverá ser de R$ 0,41, pois em muitos casos ainda não terão sido adquirido com a nova tributação do ICMS. Ela explicou que R$ 0,048 na composição do valor total do combustível corresponde à alíquota do imposto. “Como esta tributação é feita de 15 em 15 dias, só podemos assegurar sua aplicação naqueles combustíveis adquiridos a partir de 1º de junho”, disse.

A diretora do Procon voltou a afirmar que nenhuma prática de preços abusivos por parte de empresas instaladas no município será admitida. “A população pode nos ajudar fazendo denúncias sempre que se depararem com situações desta natureza. Basta ligar para o Procon que nossos fiscais irão até o local e, comprovada a irregularidade, o estabelecimento será notificado e ficará sujeito às penalidades cabíveis”, concluiu.

 

Fonte: Ascom

Voltar